Coisas Minhas, Lifestyle, portugal, Viagens

Um dia faço as “pazes” com os Açores

Zangada com os Açores?

No mês passado voltei à Ilha da Madeira, e várias pessoas me disseram que também tinha de ir aos Açores, que tinha paisagens espectaculares e sendo eu uma apaixonada por paisagens ia adorar. Pois, o que se passa é que eu já fui aos Açores em 2009, e até há bem pouco tempo, a vontade de voltar era… zero…

Açores portugal meórias ilhas
Um dia faço as pazes com os Açores…

Memórias

Os lugares são para nós em grande parte o que vivemos, e as experiências que tivemos nesses mesmos locais.

Para mim os Açores estão associados a memórias tristes. Não pelo local em si, que obviamente é lindo, mas porque foi numas férias nos Açores que tive a consciência que a minha mãe estava doente. Foi lá que a doença se manifestou pela primeira vez de forma tão “descarada”.

paisagem ilha de são miguel açores portugal
Paisagem da Ilha de São Miguel, Açores

Até aí já tinham existido sinais. Mas a fronteira entre os esquecimentos naturais da idade mais avançada, ou os sintomas de que algo mais grave se passa é muito ténue.

Foi aqui que a minha mãe não me conheceu pela primeira vez. E foi aí que eu tive a consciência de que algo de muito grave se passava. A partir daquele momento as férias estavam “estragadas”, mas as férias na realidade importavam-me muito pouco.

paisagem ilha de são miguel açores portugal
As paisagens deslumbrantes da Ilha de São Miguel nos Açores

A dura realidade, era que a nossa vida tal como a conhecia mudara para sempre, naquele pequeno instante em que a minha mãe olhou para mim e me perguntou “A Sónia não veio?”.

Naquele instante o meu mundo desabou! O meu Pilar, o meu porto seguro já não o podia ser. Não por vontade própria, mas porque a doença já não ia deixar. E agora? Como ia ser a nossa vida?

Percebem porque é que durante 8 anos não quis voltar? São memórias dolorosas, ainda hoje faço um esforço para não chorar quando escrevo ou falo sobre isto, mas que não quero mais que estas memórias fiquem associadas a este lugar maravilhoso.

Voltar?

Foi em 2009, numa viagem de quatro dias à Ilha de São Miguel e nunca mais voltei. Para ser sincera nunca mais queria voltar. Mas depois da morte da minha mãe acho que é algo que preciso de fazer, é um capítulo que preciso terminar, um pouco como fazer as “pazes” com este lugar que não tem culpa nenhuma. Espero voltar e criar novas memórias, boas recordações.

paisagem ilha de são miguel açores portugal
Ilha de São Miguel, Açores.

Neste momento quero muito voltar, e com as viagens deste ano já todas programadas, estou a contar voltar aos Açores em 2018.

Eu sei que costumam dizer para não voltarmos ao sítio onde fomos felizes. Aqui vou fazer exactamente o contrário, voltar ao sítio onde não fui feliz.

Se vai ser fácil? De certeza que não! Mas é um capítulo que precisa de ser encerrado.

paisagem ilha de são miguel açores portugal
As paisagens da Ilha de São Miguel, Açores

E vocês? Conhecem os Açores?

Espero que tenham gostado, boas viagens e até ao próximo Post.

5 thoughts on “Um dia faço as “pazes” com os Açores

  1. Já estive umas quantas vezes na Ilha de S. Miguel. Seja pelas paisagens, pela comida, ou pelo acolhimento das pessoas, é um local onde não me canso de voltar. Quero conhecer outras ilhas. Já fui lá muito feliz. Oxalá um dia consigas por lá construir memórias felizes também, porque de facto é um local que convida a abrandar o ritmo e relaxar.

  2. Chorei lendo o post. Emocionante, triste, mas eu espero, do fundo do coração, que toda esta mágoa passe e que a viagem seja feliz, que ali tu consigas somente lembrar dos momentos felizes que deves ter passado na vida inteira ao lado da tua mãe. Beijos e vou orar por ti.

  3. Infelizmente também tenho memórias tristes dos Açores, e tal como tu, também acho que são um local lindíssimo, mas nunca mais consegui voltar. Há 15 anos tive um acidente de autocarro em que um amigo perdeu a vida, e muitos outros ficaram feridos alguns com gravidade. São experiências que nos fazem ter medo de voltar a certos locais, mas esses locais não têm culpa absolutamente nenhuma. Espero que consigas fazer as pazes com os Açores e que apenas recordes os bons momentos que passaste com a tua mãe 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *