Santo António de Lisboa – Porque é para mim tão especial…

Santo António de Lisboa – Porque é para mim tão especial…

O dia de Santo António sempre teve um significado muito especial na minha casa e na minha família, é o dia de aniversário da minha mãe e este sempre foi o seu santo de eleição. A minha mãe faleceu há dois anos, e desde aí que esta época dos santos me deixa um pouco nostálgica. Morámos numa casa que tinha o Santo António à porta, mera coincidência (ou não, que sou muito céptica com esta coisa das coincidências… bem adiante) quando fomos para lá morar o santo já lá estava. Em 1998 depois do meu pai falecer fizemos a nossa primeira viagem só nós as duas, e fiz questão que fosse a um local que a minha mãe sempre tivesse sonhado em conhecer, Veneza. Então organizei tudo para fazermos um circuito em Itália, que incluía Veneza e também Pádua, e assim podíamos conhecer a cidade onde o Santo António desenvolveu o seu trabalho e visitar a sua Basílica.

santo-antonio-estatua-lisboa_fotor

Mas imaginam que nunca tinha visitado a Igreja de Santo António em Lisboa e o seu museu? pois é verdade, só a semana passada é que colmatei esta minha falha. A visita à Igreja é gratuita e podem também visitar a cripta onde nasceu o Santo António. Mesmo ao lado fica o Museu e a entrada tem um custo de 1,50€. No museu encontram à venda vários artigos alusivos ao santo e à cidade de Lisboa, e foi lá que comprei o meu Lisboa Passaporte, que vou falar noutro post. E o meu Santo António cor de rosa.

 

13432157_1110339319025347_2057762320989247966_n_Fo

 

Espero que tenham gostado, bons passeios e até ao próximo post.

 

Podem ver o Post sobre Itália AQUI

 

 

 

INFO:

 

Igreja de Santo António de Lisboa – SITE

 

Localização

 

Largo de Santo António da Sé, 24-Igreja; Largo da Sé, Igreja; Rua das Pedras Negras, 1

 

Lisboa Freguesia: Santa Maria Maior

 

Coordenadas:
38° 42′ 35.99” N
9° 8′ 1.22” W

 

 

Seguir:

16 Comments

  1. 17 Setembro, 2016 / 18:46

    Vai adorar de certeza 🙂 este santo tem feito muito sucesso nas redes sociais e aqui em casa e há de todas as cores e de vários tamanhos.Beijinhos

  2. 17 Setembro, 2016 / 18:45

    Acho que a maioria das pessoas visita a sé e esta igreja como está um pouco mais escondida acaba por não ser tão visitada. Isto é o que eu penso, pelo que me têm dito, não tenho dados oficiais.Beijinhos

  3. 17 Setembro, 2016 / 18:43

    Angie vem me visitar que eu te ofereço um santo destes ;)Beijinhos

  4. 17 Setembro, 2016 / 18:42

    Pois, acontece, e eu que visitei em Itália antes de visitar em Portugal :)Beijinhos

  5. 17 Setembro, 2016 / 18:41

    Nunca assisti ao acender das velas, fica para o próximo ano ;)Beijinhos

  6. 17 Setembro, 2016 / 18:40

    A sério?!!! Não fazia ideia que o Santo António era padroeiro de mais cidades, estamos sempre a aprender :)Beijinhos

  7. 17 Setembro, 2016 / 18:39

    É uma igreja pequena, quando comparada com a Basílica de Santo António em Pádua, claro, mas que vale muito a pena a visita.Beijinhos

  8. 4 Setembro, 2016 / 14:09

    Quando os lugares ficam associados a memórias tão especiais, realmente, ganham outro significado nas nossas vidas, não é mesmo?E eu nunca tinha visto um santo cor de rosa. Que demais!rsBeijo!

  9. 4 Setembro, 2016 / 10:34

    Que diferente esse santo rosa! Confesso que é a primeira vez que vejo um assim! Qdo for a Lisboa, vou querer conhecer e comprar um santo para minha avó, tenho certeza que ela vai adorar!

  10. 4 Setembro, 2016 / 3:32

    eu conheço Santo Antônio de Lisboa em Florianópolis no Brasil! pelo que eu li, a catedral é a unica no BR “com este santo” pois todas as outras estão em Portugal. É um bairro de muita influência portuguesa e açoriana :)adorei esse santo rosa, quero um!

  11. 3 Setembro, 2016 / 17:57

    Também só da última vez que fui a Lisboa é que visitei essa igreja. Estava precisamente na altura das festa de Santo António e por isso com mais vida e mais gente. Aliás, nessa estátua do santo estavam dezenas de velas. É uma igreja bonita.

  12. 3 Setembro, 2016 / 17:00

    Também visitei a Basílica de Santo Antônio em Pádua, na Itália, sem saber que o santo era português! Na próxima viagem a Lisboa, vou conhecer a Igreja 🙂

  13. 3 Setembro, 2016 / 15:51

    Olá Sónia. E se a visita for durante as comemorações do Dia de Santo António ainda mais giro. 😉 Na noite de Santo António acho muito bonito o acender das velas no largo da igreja. Ainda tenho em falta é a visita ao interior e não sabia que havia um museu. Vou aproveitar a tua dica e fazer uma visita!

  14. 3 Setembro, 2016 / 14:27

    Que lindo post! Eu também sou devota de Santo Antonio, nasci em Americana, uma cidade no interior de São Paulo no Brasil, que o tem como padroeiro. Muito emocionante o post!! Parabéns

  15. 3 Setembro, 2016 / 10:27

    Pois… Por terem tantas memórias associadas aos santos populares é que os lisboetas os consideram tão importantes. Da próxima vez que for a Lisboa tenho de passar por essa igreja. Obrigado pela dica.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.