A acontecer..., Lifestyle, lisboa, Sugestões de Fim de Semana, Teatro, Livros, Cinema e TV

Teatro – O Farrusco, o Telefone e Eu, ou como fomos ao teatro e acabámos a noite a ouvir cante Alentejano

A lovely Lisbonner aceitou o convite da encenadora Mónica Leite, e fomos ontem assistir ao monólogo “O farrusco, o telefone e eu”. Espetáculo único no centro cultural Olga Cadaval, em Sintra. Está agora em preparação a agenda para a tournée.

2015-03-13 21.44.38.jpg10320466_635480513212372_6211779320495840650_n.jpg

Adorei a peça, e foi mais eficaz para os meus abdominais do que uma hora de exercício fisico, a peça tem a duração aproximada de 70 minutos sem intervalo, e grande parte desse tempo foi passado a rir.

1507741_645685008858589_5104579301366568233_n.jpg10923521_791916340902121_111385889900408297_n.jpg

O Farrusco, o telefone e Eu («My Brilliant Divorce») é uma comédia da galardoada Geraldine Aron, interpretada pela atriz Maria Henrique. Actriz que adoro, e só mesmo uma excelente actriz para conseguir “agarrar” o público durante todo o monólogo.

11008772_791916410902114_2833166099188798650_n.jpg10453097_650818308345259_7317555421273948438_o.jpg11025199_795069467253475_1606568134402076596_n.jpg

A história centra-se em Ângela, na casa dos 40 e qualquer coisa, procura uma nova forma de vida, um caminho para a felicidade, depois do seu marido… Tó… a trocar por uma… rapariga mais nova. O cão da filha, os papéis do divórcio à espera de serem assinados, os óculos que já se impõem a ser usados, uma boa dose de hipocondria, um saco de uma sex shop recém-visitada. 

Há uma década a comédia «My Brilliant Divorce» foi nomeada para o prestigiado prémio «Laurence Olivier Award for Best Entertainment» do «The Society of London Theatre».

 

2015-03-14 15.08.00.jpg

 

Como tínhamos um dia muito preenchido e íamos ter apenas meia hora para jantar, e não queríamos arriscar atrasarmos-nos, optámos por comer um snack ligeiro no bar no centro cultural Olga Cadaval, uma quiche de alheira que estava óptima, e jantámos a seguir ao espectáculo. Para jantar escolhemos a Portugália em Belém, às sextas e sábados está aberta até à 1 da manhã.

E no fim da refeição fomos agradavelmente surpreendidos com o belo Cante Alentejano pelo grupo da mesa em frente à nossa. Sem dúvida uma excelente forma de começar o fim de semana.

 

 

 Ficha Artística e Técnica

Interpretação Maria Henrique | Direcção e Tradução Mónica Leite | Stage Manager Paula Calhau | Figurinos Ivan Coletti | Desenho de Luzes Denise Domingos | Desenho de Som Filipe Capitão