Sozinha em Marraquexe – Marrocos

Marrocos Outra Vez

Desta vez escrevo-vos directamente de Marraquexe, sim estou aqui neste preciso momento. E apercebo-me que tenho de trocar de computador, este já está muito lento para mim…

Como já devem ter reparado pelo título estou sozinha em Marraquexe. Mas calma é só durante dois dias, até os restantes participantes do tour chegarem. Sim voltei a Marrocos, e desta vez vou fazer o tour das Cidades Imperiais com a Marrocos.com. A última vez que estive em Marrocos (e primeira), foi no ano passado em novembro de 2017. Fiz o Tour de Marraquexe até ao Deserto do Sahara e fiquei apaixonada por este país, e com a certeza de que iria voltar.

Dois Dias Sozinha

Andar sozinho pelas ruas de Marraquexe pode ser assustador, mas não impossível. E se querem mesmo passear por aqui estando sozinhos, há alguns cuidados essenciais a ter (como em qualquer parte do mundo, é certo). E se forem mulheres já sabem que acabam sempre por estar mais expostas, não só aqui mas de certeza que até na vossa cidade. É triste e revoltante? É. Mas é o que é. E o mais importante é manterem-se em segurança, independente do local onde se encontrem. E cada local tem as suas especificidades.

Streets of Marrakech #blogger #travelblogger #marrakech #morocco #marrocos #travelgirl

A post shared by Sonia Justo (@lovelylisbonnertravelblog) on

Dicas para Passear Sem “Stresses”

  • Comprem um cartão de dados móveis. Isto vai-vos dar mais segurança (a nível de conforto pessoal, pois vão-se sentir mais confiantes) e a nível real. Se se perderem têm o google Maps, ou qualquer outra aplicação de localização, para vos ajudar a encontrar o caminho de volta. Se estão a perguntar onde podem adquirir o cartão de dados, eu dou uma ajuda. Podem comprar no aeroporto ou então nos “quiosques” que existem na Medina. Eu comprei na Medina e saiu a metade do preço do que me estavam a pedir no aeroporto. (No aeroporto o cartão custava 20€).
  • Trazer com vocês algum “Pocket Money”. Que é como quem diz, algum dinheiro do país. Aqui não há caixas ATM (Multibanco) a cada esquina. Eu costumo reservar em Lisboa numa casa de câmbios. E muito sinceramente, pela taxa mínima que cobram, vale o descanso de não estar preocupada em trocar o dinheiro aqui. A moeda local é o Dirahm Marroquino. Vou também fazer o artigo dedicado à reserva e compra de moeda estrangeira.
  • Bens e Valores no Riad ou Hotel. Levem convosco o dinheiro essencial para comer e fazer umas compras, não andem com o dinheiro todo! (Eu sei é uma dica básica, mas às vezes só a preguiça de ter duas carteiras e mudar o dinheiro de sítio, faz-nos cometer erros básicos).
  • Andem com confiança, e não como uns “coelhinhos assustados”. O que quero dizer com isto? Imaginem que vêem alguém que anda no meio da rua com ar assustado e que parece que tem medo da própria sombra… vai estar muito mais propenso a abordagens. Porquê? Porque primeiro vão parecer desesperados por ajuda, e isto não quer dizer que vos vão fazer mal, apenas que vão ser um alvo fácil para “esquemas”. E atenção que estas dicas valem para aqui e para qualquer parte do mundo. Com isto apenas quero desmistificar que é mais perigoso andar por aqui. Nem fazem ideia da quantidade de pessoas que me têm dito que não viajam para Marrocos por terem medo. E é uma pena, porque realmente é uma viagem espetacular. Se pedirem ajuda o mais provável é que vos peçam dinheiro pelas informações, e não que vos tirem um Rim…
  • No Riad/Hotel vão-vos dar um Mapa. Esse Mapa tem assinalado o caminho do local onde estão hospedados, até onde é aconselhável ir. Ou melhor, até onde é expectável que consigam ir sem se perderem. Levem esse Mapa sempre convosco. E até eu que não fui abençoada com um sentido de orientação espetacular me consegui orientar.
  • Perderam-se, a Internet não funciona e precisam mesmo de pedir ajuda/informações. Ok, têm o mapa mas mesmo assim perderam-se, é normal, também me aconteceu. Óbvio, eu até em Lisboa me perco… Mas não é por isso que fico em casa no sofá a lamentar-me que o meu sentido de orientação não é espetacular e que por isso não vou viajar. Por aqui já vêem que tudo isto é altamente desafiante para mim. Então aqui sigam estas regras que o rapaz do Riad me aconselhou, e que funcionaram na perfeição.
    • Peçam informações num estabelecimento comercial. Vão-vos ajudar de certeza, e não precisam comprar nada. Mas sejam simpáticos e digam pelo menos Bom dia… Arrogância meus amigos não vos vai ajudar de certeza. (Conselho extra para a vida em geral…)
    • Optem por pedir informações a mulheres, especialmente se forem uma mulher. Não quer dizer que não existam mulheres menos simpáticas, mas aqui a solidariedade feminina funciona mesmo.
  • Cuidado com as Mochilas e Malas. Amigos, em Lisboa não andam de mochila às costas no metropolitano no meio da multidão em hora de ponta, pois não? Então porque é que vão para outro país e o fazem?

Place des Épices #marrakech #morocco #marrocos #travel #travelblogger #wanderlust

A post shared by Sonia Justo (@lovelylisbonnertravelblog) on

Bem, para já estas são assim as dicas básicas de que me lembro. Agora que já estão orientados, vou dar um passeio pela Medina e procurar um restaurante para almoçar.

Amanhã começa o Tour das Cidades Imperiais.Sigam-me no Instagram e no Facebook, onde vou partilhando todos os detalhes da viagem.

Espero que tenham gostado, Boas Viagens e até ao próximo Post.

Gostaram do Post? Guardem no Pinterest. Pin It!

Sozinha em Marraquexe

Sozinha em Marraquexe

Seguir:

9 Comments

  1. Juliana Moreti
    28 Maio, 2018 / 14:20

    Boas dicas! Eu não costumo viajar sozinha, preciso sempre de alguèm ao meu lado para conversar (rsrsrsrs), mas infelizmente, somos obrigadas a criar estratégias para nos sentirmos mais seguras. A dica do chip de celular pareceu realmente interessante. Nao costumo comprar, pois não gosto de ficar conectada a cada segundo, mas me pareceu ùtil!

  2. 28 Maio, 2018 / 13:23

    Ainda tenho que tomar coragem pra ir ao Marrocos, quem sabe daqui um ano, eu sempre tive muita vontade de conhecer tanto Marraquexe quanto Casablanca, quanta história!

  3. Lulu Freitas
    27 Maio, 2018 / 22:07

    Ótimas dicas, em especial pedir dicas para outras mulheres. Marraquexe é uma cidade incrível, foi um dos lugares mais interessantes que conheci. Viajar sozinha para um país muçulmano pode ser um pouco complicado. Mesmo acompanhada por lá tive demonstrações explícitas do machismo cultural.

  4. 27 Maio, 2018 / 20:51

    Nunca tinha pensado em conhecer Marraquexe, até me mudar para a França e ver tantos pacotes e opções de voos lowcost para lá. Depois comecei a ler sobre e ver fotos, e fiquei realmente encantada. Estou com muito interesse em conhecer as paisagens e culturas deste lugar. Acompanharei suas próximas dicas! 😉

  5. 27 Maio, 2018 / 15:49

    Morro de vontade de conhecer Marraquexe, há 3 anos atrás quase fui mas mudei de destino. Não viajo sozinha mas adorei suas dicas, quando for com certeza vou revê-las.

  6. 26 Maio, 2018 / 22:46

    Adoro viajar sozinho! Ao ponto de que agora até já me custa a viajar com mais alguém 😛 Mas acho que em certos países é bem mais complicado viajar sozinho quando se é do sexo feminino…

  7. 26 Maio, 2018 / 20:37

    Uma graça de cidade e ótimas dicas para aproveitar. Viajar sozinha é tudo de bom!!

  8. 26 Maio, 2018 / 20:14

    Olá! Parabéns pela coragem e pelas dicas. Alguns países acabm não entrando na minha listinha de “a conhecer” por causa dessa questão de segurança e eu viajar na maioria das vezes sozinhas. Mas vou me atentar mais à esse detalhes. Aproveite bastante a viagem e volte com mais dicas!bjs

  9. Camila Neves
    26 Maio, 2018 / 16:51

    Uau, que demais esse post! Parabéns pela coragem 🙂

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.