Lifestyle, Marrocos, Viagens

Sozinha em Marraquexe – Marrocos

Marrocos Outra Vez

Desta vez escrevo-vos directamente de Marraquexe, sim estou aqui neste preciso momento. E apercebo-me que tenho de trocar de computador, este já está muito lento para mim…

Como já devem ter reparado pelo título estou sozinha em Marraquexe. Mas calma é só durante dois dias, até os restantes participantes do tour chegarem. Sim voltei a Marrocos, e desta vez vou fazer o tour das Cidades Imperiais com a Marrocos.com. A última vez que estive em Marrocos (e primeira), foi no ano passado em novembro de 2017. Fiz o Tour de Marraquexe até ao Deserto do Sahara e fiquei apaixonada por este país, e com a certeza de que iria voltar.

Dois Dias Sozinha

Andar sozinho pelas ruas de Marraquexe pode ser assustador, mas não impossível. E se querem mesmo passear por aqui estando sozinhos, há alguns cuidados essenciais a ter (como em qualquer parte do mundo, é certo). E se forem mulheres já sabem que acabam sempre por estar mais expostas, não só aqui mas de certeza que até na vossa cidade. É triste e revoltante? É. Mas é o que é. E o mais importante é manterem-se em segurança, independente do local onde se encontrem. E cada local tem as suas especificidades.

Streets of Marrakech #blogger #travelblogger #marrakech #morocco #marrocos #travelgirl

A post shared by Sonia Justo (@lovelylisbonnertravelblog) on

Dicas para Passear Sem “Stresses”

  • Comprem um cartão de dados móveis. Isto vai-vos dar mais segurança (a nível de conforto pessoal, pois vão-se sentir mais confiantes) e a nível real. Se se perderem têm o google Maps, ou qualquer outra aplicação de localização, para vos ajudar a encontrar o caminho de volta. Se estão a perguntar onde podem adquirir o cartão de dados, eu dou uma ajuda. Podem comprar no aeroporto ou então nos “quiosques” que existem na Medina. Eu comprei na Medina e saiu a metade do preço do que me estavam a pedir no aeroporto. (No aeroporto o cartão custava 20€).
  • Trazer com vocês algum “Pocket Money”. Que é como quem diz, algum dinheiro do país. Aqui não há caixas ATM (Multibanco) a cada esquina. Eu costumo reservar em Lisboa numa casa de câmbios. E muito sinceramente, pela taxa mínima que cobram, vale o descanso de não estar preocupada em trocar o dinheiro aqui. A moeda local é o Dirahm Marroquino. Vou também fazer o artigo dedicado à reserva e compra de moeda estrangeira.
  • Bens e Valores no Riad ou Hotel. Levem convosco o dinheiro essencial para comer e fazer umas compras, não andem com o dinheiro todo! (Eu sei é uma dica básica, mas às vezes só a preguiça de ter duas carteiras e mudar o dinheiro de sítio, faz-nos cometer erros básicos).
  • Andem com confiança, e não como uns “coelhinhos assustados”. O que quero dizer com isto? Imaginem que vêem alguém que anda no meio da rua com ar assustado e que parece que tem medo da própria sombra… vai estar muito mais propenso a abordagens. Porquê? Porque primeiro vão parecer desesperados por ajuda, e isto não quer dizer que vos vão fazer mal, apenas que vão ser um alvo fácil para “esquemas”. E atenção que estas dicas valem para aqui e para qualquer parte do mundo. Com isto apenas quero desmistificar que é mais perigoso andar por aqui. Nem fazem ideia da quantidade de pessoas que me têm dito que não viajam para Marrocos por terem medo. E é uma pena, porque realmente é uma viagem espetacular. Se pedirem ajuda o mais provável é que vos peçam dinheiro pelas informações, e não que vos tirem um Rim…
  • No Riad/Hotel vão-vos dar um Mapa. Esse Mapa tem assinalado o caminho do local onde estão hospedados, até onde é aconselhável ir. Ou melhor, até onde é expectável que consigam ir sem se perderem. Levem esse Mapa sempre convosco. E até eu que não fui abençoada com um sentido de orientação espetacular me consegui orientar.
  • Perderam-se, a Internet não funciona e precisam mesmo de pedir ajuda/informações. Ok, têm o mapa mas mesmo assim perderam-se, é normal, também me aconteceu. Óbvio, eu até em Lisboa me perco… Mas não é por isso que fico em casa no sofá a lamentar-me que o meu sentido de orientação não é espetacular e que por isso não vou viajar. Por aqui já vêem que tudo isto é altamente desafiante para mim. Então aqui sigam estas regras que o rapaz do Riad me aconselhou, e que funcionaram na perfeição.
    • Peçam informações num estabelecimento comercial. Vão-vos ajudar de certeza, e não precisam comprar nada. Mas sejam simpáticos e digam pelo menos Bom dia… Arrogância meus amigos não vos vai ajudar de certeza. (Conselho extra para a vida em geral…)
    • Optem por pedir informações a mulheres, especialmente se forem uma mulher. Não quer dizer que não existam mulheres menos simpáticas, mas aqui a solidariedade feminina funciona mesmo.
  • Cuidado com as Mochilas e Malas. Amigos, em Lisboa não andam de mochila às costas no metropolitano no meio da multidão em hora de ponta, pois não? Então porque é que vão para outro país e o fazem?

Place des Épices #marrakech #morocco #marrocos #travel #travelblogger #wanderlust

A post shared by Sonia Justo (@lovelylisbonnertravelblog) on

Bem, para já estas são assim as dicas básicas de que me lembro. Agora que já estão orientados, vou dar um passeio pela Medina e procurar um restaurante para almoçar.

Amanhã começa o Tour das Cidades Imperiais.Sigam-me no Instagram e no Facebook, onde vou partilhando todos os detalhes da viagem.

Espero que tenham gostado, Boas Viagens e até ao próximo Post.

Gostaram do Post? Guardem no Pinterest. Pin It!

Sozinha em Marraquexe
Sozinha em Marraquexe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *