portugal, Viagens

Porto Côvo, Rui Veloso e a minha infância

Porto Côvo

Quem já está quase nos 40 como eu, de certeza que se lembra de um verão, em que passava na rádio uma música do Rui Veloso chamada Porto Côvo. A casa dos meus pais tinha um grande terraço nas traseiras.

Era um sítio maravilhoso onde a minha mãe tinha as suas plantas, e o meu pai uma gaiola gigante para os canários. No verão era lá que fazíamos as refeições, tinha sofás, mesa, um rádio sempre a tocar e também uma televisão.

Raramente ligávamos a tv do terraço, ali naquela divisão da casa o rádio era Rei e Senhor.

thumb_IMG_3457_1024.jpg

Corria o ano de 1988, eu tinha 11 anos e nesse verão foi esta música que nos fez escolher Porto Côvo como o nosso destino de férias. A nós e a tantas outras pessoas, como constatamos mais tarde no local, e que “pôs no mapa” esta aldeia maravilhosa. Passei dois verões em Porto Côvo na minha infância e vários fins de semana. Agora sempre que posso regresso ao passado e às minhas tão queridas memórias de infância.

thumb_IMG_3461_1024.jpg

Os locais são muito mais do que aquilo que os nossos olhos conseguem ver. São sobretudo aquilo que nos fazem sentir. Aqui sinto-me aquela miúda de 11 anos cheia de sonhos e de ideias. Que adorava brincar e passear, que queria sempre conhecer lugares novos e que lia sem parar. Se pudesse voltar atrás e falar com ela ia-lhe dizer:

“sabes o melhor de tudo? é que muitos dos teus sonhos se vão mesmo realizar!”

thumb_IMG_3449_1024.jpg

Porto Côvo pertence ao concelho de Sines e está inserida no privilegiado Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. É uma aldeia que conseguiu ao longo dos anos, e apesar do turismo que a  invade durante o verão, preservar a traça tradicional.

thumb_IMG_3448_1024.jpg

A cerca de 1h50m de Lisboa (173 Kms), tem o magnifico mar azul como pano de fundo e as suas praias com paisagens de tirar o fôlego.

thumb_IMG_3447_1024.jpgthumb_IMG_3458_1024.jpg

As opções de alojamento são várias desde hotel a hostel, apartamentos, quartos e turismo rural. É só escolher, de acordo com as vossas preferências e orçamento.

thumb_IMG_3459_1024.jpg

A última vez que estive em Porto Côvo foi há há duas semanas, e claro continua lindo.

thumb_IMG_3444_1024.jpg

Quanto à gastronomia estamos no Alentejo. Logo, faz as delicias de qualquer apaixonado pela comida portuguesa.

Não podiam faltar os gelados, a minha guloseima favorita. Na gelataria Marquês mesmo no centro, são óptimos mas o atendimento podia ser melhor. Tem uma "linha" self-service para os gelados de copo, só os gelados de cone têm de ser servidos por um funcionário.

thumb_IMG_3460_1024.jpg

As praias, o mar, a paisagem, está tudo lá à vossa espera, sonhem bastante como aquela menina de 11 anos e corram atrás dos vossos sonhos como ela vai fazendo, aproveitem a vida e agradeçam por este país maravilhoso.

Espero que tenham gostado, bons passeios e até ao próximo post.

Fica aqui o vídeo do passeio.

 

http://www.visitalentejo.pt

 

 

22 thoughts on “Porto Côvo, Rui Veloso e a minha infância

  1. Que lugar lindo! E é tão gostoso poder ter um lugar pra retornar que nos traga todas as boas lembranças de infância, não é? A cor do mar é espetacular… super convidativo pra um banho refrescante!

  2. Que lugar incrível! Tenho muita vontade de fazer uma trip pelo litoral alentejano. As praias são lindas e essa, definitivamente, tem que entrar no roteiro. Sempre é bom termos lugares que trazem tão boas memórias da nossa infância. Bjs

  3. Mais um belo lugar que estou a descobrir aqui em seu blog. Quantas recordações deve ter deste lugar! É magico visitar lugares que remetem a infância! 🙂

  4. Estive em Porto Côvo recentemente e achei o lugar realmente lindo! Minha única recordação triste foi que perdi aí minha amada câmera fotográfica que me fez companhia por quase uma década! :(O pior foi ter perdido junto todas as fotos desse lugar mágico, mas com isso tenho mais um motivo pra voltar! rsParabéns pelo post!Um beijinho

  5. Pois está claro que me lembro da música do Rui Veloso! 😉 É sem dúvida uma visita bem simpática. Por norma, passo quase sempre por Porto Côvo quando estou a viajar para sul. Até porque existem por aí perto umas ondinhas bem simpáticas para surfar 😉

  6. Não sei se é assim com toda a gente, mas a minha infância está muito presente no meu dia a dia e que sorte de ter sido uma infância tão feliz :)Beijinhos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *